Cleusa Hercilia Portilho Leonardi Balão | Fundação Copel

Informações Pessoais:

• Estado civil: CASADA
• Nacionalidade: BRASILEIRA
• Idade: 54 ANOS
• Naturalidade: SÃO JOSÉ DO RIO PRETO - SP.
• Filiação: CARLOS FRANCISCO LEONARDI e NEUSA APARECIDA PORTIL LEONARDI

Objetivo:
 

Membro do Conselho Deliberativo

Resumo Funcional: 

Administradora Sênior aprovada com atuação na área organizacional na estrutura da Administração do Estado do Paraná, através do Banco do Estado do Paraná e da Companhia Paranaense de Gás - COMPAGAS. Filiada à Fundação Copel de Previdência e Assistencial Social desde 01/03/2002.

Ocupação:


2000 - atual COMPANHIA PARANAENSE DE GÁS - COMPAGAS - Administradora SR
1986 -1999 - BANCO DO ESTADO DO PARANÁ S/A - Analista de O&M Coordenador
1985 -1986 - BANCO BAMERINDUS DO BRASIL S/A - Auxiliar de Serviços/Caixa

Formação: 


2009 - MBA em Logística com carga horária de 440 horas-aula. UFPR
2001 - Pós-Graduação em Administração em Planejamento e Gestão de Negócios com carga horária de 440 horas-aula. FAE/CDE
1999 - Certificação ISO 9000 Lead Auditor/Lead Assessor - SAM/STAT-A-MATRIX INSTITUTE Certification nº LR-10-3767 HGB/CB 25.
1980 - 1983 - Bacharel em Administração de Empresas com Habilitação em Comércio Exterior - FESP - Fundação de Estudos Sociais do Paraná

Resumo de Qualificações:

• Presidente da Comissão Permanente de Licitação da COMPAGAS nos anos de 2002 a 2003, sendo suplente de Presidente de 2004 até os dias atuais;
• Pregoeira da Compagas desde 2007, e Leiloeira Oficial da Compagas;
• Gestora de contratos de terceirização de mão de obra, postos de limpeza e conservação e vigilância armada.
• Responsável pela contratação dos seguros da Compagas;
• Coordenadora da implantação do Pregão Eletrônico da Compagas, viabilizando com a implantação a contratação de 133 processos de compras e contratações de 2012 a abril de 2016;
• Responsável pela implantação do Projeto de Logística Interna da Compagas e atual gestora do contrato;
• Responsável pela administração da frota de veículos da Compagas;
• Responsável pela implantação de novos pontos de AutoAtendimento nas agências do Banco do Estado do Paraná, em todo o estado do Paraná;
• Coordenadora, no Banco do Estado do Paraná, de equipe composta por 11 Analistas de Organização e Métodos, para mapeamento de processos, análise, racionalização e implantação de estrutura organizacional, inclusive com propostas de layout.
• Responsável no Bando do Estado do Paraná, pelo desenvolvimento, implantação e suporte a processos e sistemas de informática para clientes de AutoAtendimento (informações para clientes nas telas de caixas eletrônicos, bem como em extratos impressos);
• Responsável pela Implantação de Sistemas de Qualidade, no processo de CERTIFICAÇÃO ISO 9002, para o segmento de AutoAtendimento, no Banco do Estado do Paraná.

Associações Profissionais: 

Conselho Regional de Administração - CRA nº 9.710/PR.

Trabalhos Voluntários: 

Artesanato para feiras e bazares, corte e costura para a comunidade da Barreirinha.

Idiomas: 

Inglês: Intermediário
Espanhol: Básico

Prêmios recebidos: 

Certificação ISO 9002 - BANESTADO - 1998.

Resumo 


As propostas desenvolvidas nesse plano de trabalho buscam demonstrar de que forma buscarei colaborar com o Conselho da Fundação, sempre de acordo com os princípios essenciais presentes no posicionamento estratégico e com o Regimento Interno do Comitê de Ética e de Conduta da Fundação, com o fim de auxiliar a Fundação à atingir suas finalidades - executar e operar planos de benefícios previdenciários, disciplinados em atos regulamentares próprios e manter a presetação de serviços assistenciais à saúde, instituídos anteriormente à Lei Complementar 109/2001, custeados pelas Patrocinadoras e participantes, mediante convênios e contratos.


Objetivo Geral:


Auxiliar de forma participativa o Conselho Deliberativo na deliberação e orientação da Fundação, fixando políticas e diretrizes em conjunto com os outros membros, de forma  responsável e respeitosa.


Objetivos Específicos:


Observar e relatar nas reuniões ordinárias e extraordinárias todos os fatos que possam ter relevância aos temas deliberados pelo Conselho, buscando sempre ter informações completas e idôneas, de forma a auxiliar, de maneira efetiva, a tomada de decisões pelo Conselho Deliberativo.

Auxiliar de forma participativa e inteligente o Conselho Deliberativo, em suas competências privativas - e também nas outras atribuições previstas em Estatuto - à deliberar sobre: alterações no Estatuto e nos Regulamentos dos Planos de Benefícios Previdenciários; orçamento e alterações; implementação e alteração de benefícios previdenciários aprovados pelas Patrocinadoras, desde que exista cobertura atuarial; a manutenção dos serviços assistenciais á saúde anteriores à Lei Complementar n° 109/2001; balancetes e demonstrativos de investimentos trimestrais, relatório anual e prestação de contas do exercício, apresentados pela Diretoria Executiva, com parecer do Conselho Fiscal; a admissão de outras Patrocinadoras - respeitando o contido no Artigo 12; aquisição, alienação ou cessão de bens imóveis, bem como constituição de ônus ou direitos reais sobre eles e outros assuntos correlatos; nomeação e exoneração da Diretoria Executiva; aquisição, alienação ou cessão de bens móveis, de valor unitário superior a 1:50.000 do patrimônio da Fundação; aceitação de doações; planos e programas, anuais e plurianuais, normas, regulamentos, critérios gerais e outros atos similares, julgados necessários à administração da Fundação; aceitação de doações; planos e programas, anuais e plurianuais, normas, regulamentos, critérios gerais e outros atos similares, julgados necessários á administração da Fundação; e todos as outras atribuições presentes no Artigo 24° do Estatuto da Fundação.