Sirlene | Fundação Copel

Vida ativa na aposentadoria
Conheça a história do Sra. Sirlene


Mais de 900 competições, centenas de medalhas e milhares de quilômetros percorridos. Uma vida ativa que, mesmo aposentada, continua a todo vapor.

“Estar aposentada é continuar na ativa”, é assim que Sirlene de 62 anos, dos quais 24 dedicados à Copel, se apresenta. Aposentou-se em 2008 quando passou a se dedicar com ainda mais entusiasmo ao esporte que hoje é seu combustível diário: a corrida.

"Eu vejo a aposentadoria como o início de uma vida ainda mais ativa. Para mim nunca significou o fim”, conta Sirlene. Prova dessa vida ativa é a rotina que mantém. Acorda cedo, faz musculação, natação, corrida e ainda dá tempo de se dedicar ao voluntariado e planejar viagens."

Aliás, viagens que não têm como objetivo apenas passear. “Em 2017 participei da corrida El Cruce, na fronteira da Argentina e Chile, um tipo de corrida de montanha com percurso de 100 kms divididos em três dias. Completei a prova com sucesso!”, contou a aposentada.

Se aposentadoria pode ser a ressignificação de um novo ciclo, a Sirlene soube bem aproveitar essa fase. Encarar essa nova etapa é um desafio individual que pode e deve ser vencido com novos objetivos. A Sirlene não parou e colocou como seu próximo objetivo participar do Mundial de Atletismo Master em Toronto em 2020.

E você, já programou como será a sua aposentadoria?